EntrevistasInfoWars

InfoWars IV: Drogas ilícitas, vícios virtuais e suas influências nas nossas vidas

5 Min Leitura

Será que nossos dias podem mudar completamente por conta de um ”víciozinho”? Quais são os problemas que isso pode causar nas nossas vidas, como deixar os vícios de lado e valorizar mais nós mesmos e as nossas vidas pessoais? E o Habbo Hotel, pode ser tornar uma arma contra nós mesmos? Foi seguindo esta linha que discutimos sobre este assunto e queremos te ajudar a entender e a trabalhar de forma melhor tudo isto. Se precisar de ajuda, procure imediatamente um profissional.

Na quinta feira, dia 18, aconteceu o InfoWars IV, com a presença de outro trio daqueles! Os habbos MasterRobson001, Danielsaizans e pokemom1234 estiveram conosco para dar vida a um assunto pouco abordado pelo hotel.

Bate Papo

As respostas foram dividas para organizar melhor esta matéria. A inicial do nick de cada habbo antecederá sua resposta, ou seja, M, D e P, respectivamente.

1- Qual a principal diferença entre as drogas lícitas para as ilícitas, e porque nós as consideramos ilícitas?

M: Bom, as substâncias ilegais são as que possuem maior dependência e são consideradas ”Pesadas”. As legais são compradas praticamente de maneira livre, entretanto há muitas substâncias legais ”pesadas” que são comercializadas com ponderação, mas o que as torna legais ou não são os burocratas e seus interesses, podemos contestá-los. Porém devemos respeitar a lei.

2- Vocês acreditam que os jovens e crianças ainda são vítimas e influenciadas ao consumo de drogas ilícitas no país?

P: Sim, acredito ! Muitos crianças antes de chegarem a fase adolescente, tem desde sua infância o contato de forma direta ou indireta, seja pela família ou ao passar por localidades, querendo ou não uma criança se deparando com essas situações de forma visual pode criar em si o pensamento de que tal uso acabe sendo “Normal”. Temos exemplos de muitas comunidades.

3- Qual a relação dessas drogas com o mundo virtual? Pra vocês, existem outros tipos de drogas das quais podemos ser vítimas?

D: Sem dúvida. Muitos usuários hoje em dia procuram divertimento pela internet e acabam caindo em algum jogo que tiram a mente deles realmente da vida real, alguns usam também pra fugir da realidade por ter uma vida conturbada e usam o jogo pra tentarem relaxar, eu mesmo já fiz isso hahaha. Então sim, existe outros tipos de vício e pode ser um vício virtual.

4- O vício em em jogos virtuais, redes sociais, pornografia e outros podem trazer que tipos de problemas pras nossas vidas?

M: São inúmeros os problemas que podemos adquirir, como uma vida completamente caótica. Eu conheci pessoas que passaram por isso, elas eram frágeis, resumindo, viviam em uma bolha, a desorganização é consequência, posso citar a instabilidade nos relacionamentos.

5- Na opinião de vocês, quais são os passos a serem dados para pagar um vício?

P: Certamente o primeiro passo é você RECONHECER, muitos já estão viciados em algo mas o vício acaba não o deixando enxergar tal cenário que ele se encontra. Muitas pessoas as vezes até reconhecem, porém o medo ou a vergonha acaba os impedindo de pedir ajuda, caso tenha alguém de confiança, compartilhe, peça ajuda até mesmo de instituições que tratam destes casos.

6- Como não passar essa linha tênue em te consumo e vício no mundo virtual?

D: Bom, eu não concordo em uma pessoa ficar mais de horas e horas sem sair da frente do seu computador ou celular, então é óbvio, sempre é bom moderar seu tempo pra navegar pela internet. Não podemos esquecer que também temos responsabilidades e uma vida para cuidar.

7- Como vocês conciliam a vida real de vocês, profissão e estudos, com o trabalho voluntário de ajudantes dentro do hotel?

M: Vida pessoal em primeiro lugar, temos que priorizar e entender o que importa, o habbo é um jogo, eu amo ajudar os usuários, isto é a minha diversão, caso não fosse não teria motivos para fazê-lo.

8- Vocês já foram viciados no Habbo? Se sim, o que mudou na vida de vocês e como superam isso?

P: SIMMMMM !!! Já fui muito viciado, a ponto de ficar por horas e esquecer do dia basicamente. Precisamos entender que com o tempo muitas coisas em nossas vidas mudam… responsabilidades chegam, necessidades pessoais, relacionamentos e etc.. Comecei a trabalhar e estudar, por conta disso muita coisa mudou em minha vida e literalmente a falta de tempo é um favor primordial para que eu possa superar o vício do Habbo. Não da pra por todas em 1 única mensagem não kkk.

9- Jogos como “resistência” NO Habbo, podem contribuir ou alimentar o vício de alguns usuários?

D: Depende do jogador hahaha Eu mesmo, sempre que entro em uma resistência eu só quero que acabe logo pra eu poder ganhar o prêmio. 😀 Porém, muitos usuários jogam e se divertem muito jogando, então isso depende bastante da pessoa.

10- Como mudar esta realidade e ensinar a todos os inúmeros problemas do vício dentro do Habbo e em outros sites?

M: Não temos como saber se alguém é realmente ”viciado” no habbo ou não. Não sabemos se a pessoa está priorizando as coisas erradas, mas isso é com a pessoa, o máximo que podemos fazer é aconselhá-la a tomar as atitudes que ao nosso ver, são as melhores a serem feitas.

Por fim, durante todo o bate papo vários usuários participaram e interagiram conosco, foi um InfoWars muito especial, no qual os próprios convidados transformaram um assunto sério e exemplo de vida e muita diversão no final. Valorizando a vida pessoal e que ela vem, sem dúvida nenhuma, antes da virtual.

Se você se considera viciado em algo na vida real ou na virtual, dependente de algo que já esta passando a te fazer mal, prejudicando a sua vida social, sua saúde, seus sentimentos e relacionamentos. Procure ajuda! Ocupe sua mente, faça exercícios físicos, se esforce pra estudar, valorize sua beleza, acredite em você. Você é incrível e não merece ser escravo da internet, você pode e deve usar ela ao seu favor. O Habbo Hotel é muito mais do que um jogo e se você ainda se sente muito dependente dele e ao sair se sentir sem nada pra fazer, triste e desanimado, saiba, você precisa de ajuda e pode mudar isto!

O HabboWars tem como objetivo promover e valorizar a vida de usuários na internet, a segurança de muitos jovens dentro do jogo e o respeito a cada um. E assim terminamos mais um InfoWars, cheio de ânimo e alegria, porque temos um mundo pela frente que precisas redescobrir, começando e com muito esforço de casa.

Semana que vem tem MUITOOO mais, o InfoWars V já esta exalando amor e orgulho LGBT daqui. Estamos te esperando, dia 25, às 17h BR/21h PT. Até semana que vem!

Sobre o Autor
Estudante de Publicidade e Propaganda, hóspede no Habbo PT/BR desde 2011, Habbo Helper, Cofundador do HabboWars e Habbotuber.
Postagens
Relacionados
EntrevistasInfoWars

InfoWars VIII: Entrevista com a Tazzana Habbo

4 Min Leitura
O Fã Site HabboWars informa que NENHUMA informação pessoal da entrevistada, que pudesse trazer qualquer dano a ela ou a nós, foi divulgada. A habbo Tazzana…
EntrevistasInfoWars

InfoWars VII: Entrevista com a Artista Digital Donut2000

5 Min Leitura
O Fã Site HabboWars informa que NENHUMA informação pessoal da entrevistada, que pudesse trazer qualquer dano a ela ou a nós, foi…
EntrevistasInfoWars

InfoWars VI: Solidão, internet, causas e suas consequências

4 Min Leitura
”Entre as causas da solidão, estão a dificuldade para se relacionar com outras pessoas, medo de ser julgado e o vazio existencial”, mesmo que pareça…
Junte-se ao lado Habbo da força!

A HabboWars apresenta de forma rápida, moderna e fácil todas as notícias e novidades do Habbo Hotel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.